Índice do Fórum BioNascimento BioNascimento
Fórum do Portal BioNascimento
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistarRegistar 
 PerfilPerfil   Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas   EntrarEntrar 

2 mamas, 1 bebé

 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Amamentação
Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
Sílvia



Registo: 24 Ago 2005
Mensagens: 97
Local/Origem: Odivelas

MensagemColocada: Dom Nov 30, 2008 2:48 pm    Assunto: 2 mamas, 1 bebé Responder com Citação

Mais um momento de partilha, com o intuito de ajudar o maior número possível de mamãs a não cometerem erros que foram meus.

Sempre achei que nós, mulheres, tínhamos duas mamas por providência da Mãe Natureza - quase sempre perfeita - que assim acautelava eventuais necessidades de uma surpresa gemelar. Hoje garanto que não é preciso ter gémeos para sentir, de forma muito óbvia, a falta que fazem duas mamas. E esta necessidade não tem sequer a ver com a quantidade de leite que devemos produzir – para terem uma ideia, a minha mama esquerda produz, sozinha e de uma assentada, 250 ml de leite... A direita acomodou-se aos 10/20 ml... nem mais uma gota. Pelos números, facilmente poderíamos concluir, como erradamente concluí: duas mamas para quê?

Começando pelo início da história, o meu bebé nunca foi esquisito com mamas. Tudo o que vem à rede marcha, seja mama vazia, cheia, esquerda, direita, molinha, aos caroços... tanto faz. Eu é que, quase inconscientemente, comecei a dar-lhe muito mais a mama esquerda do que a direita... E isto teve uma justificação: como sou destra, tendo o bebé assente no braço esquerdo a mamar, ficava com o direito disponível para tudo o que podia fazer em simultâneo, que ia desde o ajudar a filha mais velha, ao simples acto de meter umas colheradas de sopa à boca. Desta forma, a mama direita (que desde o início sempre foi mais “entupida”) começou a tornar-se preguiçosa na produção de leite, cada vez mais, até acabar por produzir uma insignificância. Ainda assim, reconhecia-lhe utilidade: a mama esquerda dava o alimento substancial, enquanto a direita servia para entreter, adormecer, mimar, acalmar birras... o que era suficiente para a manter a produzir qualquer coisa.

Um belo dia, por puro comodismo, decidi acabar com a serventia da mama direita de uma vez por todas, sabendo de uma série de histórias que já tinha lido, de mamãs que amamentavam com uma mama só e não tinham menos êxito por isso... ASNEIRA! Acontece que, com esta decisão, surgiram na boca do meu pequeno mais uns quantos dentes, assim de seguida e sem pré-aviso, que o deixaram numa grande atrapalhação para mamar. Não me mordia, mas via-se mesmo que estava à procura de nova postura para lidar com aqueles excedentes que lhe apareceram de repente. Ora, quem sofreu foi a mãe que, pela primeira vez na vida, aos 9 meses de menino, soube o que era uma greta num mamilo! E que greta! Eu nem sequer sabia que era assim! Terrível! Na horizontal, em relação à linha de implantação do mamilo, mesmo na base, profunda, dando a sensação de que o mamilo ia destacar-se a partir dali! Nunca imaginei semelhante coisa! E agora? Solução mais natural: dar a outra mama enquanto a esquerda sara... Mas como? Tinha abandonado a mama direita há 15 dias! Estava seca! Com ela não daria sequer 1 ml de leite ao meu bebé! Não tive alternativa: tratei da melhor forma que consegui a mama ferida, mas mantive-a em função. Entretanto, fui oferecendo a mama direita ao bebé, na tentativa de estimular de novo a produção de leite, o que consegui ao fim de 2 dias.

Lição que me ficou: 2 mamas são 2 mamas e não estão cá por acaso. Mesmo se a quantidade de leite necessária não justificar o uso das duas, mesmo que o bebé revele especial preferência por uma delas, a alternância faz sempre sentido. Mesmo que uma delas produza muito pouco leite, quase nenhum, como continua a ser o meu caso, enquanto uma alimenta, a outra adormece, mima, consola, dá tempo à parceira para se recuperar... Se a gravidez gemelar justificasse, por si só, a existência destas duas parceiras, então não nasceríamos com duas apenas, mas com 3 ou 4...
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
saraf



Registo: 20 Mai 2007
Mensagens: 27

MensagemColocada: Qui Fev 12, 2009 4:01 pm    Assunto: Responder com Citação

Nem de propósito, ó Sílvia :).

Embora por enquanto não tenha qualquer greta, debato-me neste momento com a mesma questão. Desde cerca dos 5 meses do António que a minha mama esquerda dá conta do recado sozinha. A direita, de dia, nem sai do soutien. As noites continuam a ser de bar aberto e nesse período sim, a esquerda alterna com a direita. Tal como contigo, a esquerda produz muito pouco (está, aliás, com metade do tamanho da outra), servindo mais para mimar e confortar do que para alimentar.

Os dois dentes de baixo do meu filhote (os únicos que tinha até há 3 semanas) nunca foram um problema, até porque a língua os cobre quando ele está a mamar. Mas os 2 em cima que entretanto apareceram (e há mais na calha para saír) teimam em roçar dolorosamente no meu mamilo. Ele também não me morde (OK, já aconteceu, mas isso são contas de outro rosário); tenho a clara sensação, tal como tu, que não sabe o que fazer com eles. Quando está perdido com sono ou quase a dormir ainda é pior. Quando o tiro da mama reparo num vergão vermelho que contorna parte do mamilo de lado, que é onde os dentinhos roçam.

Felizmente a marca e a dor passam rapidamente e nenhuma mamada ainda foi custosa por esse motivo, mas depois de ler o teu testemunho vou "reabilitar" a outra mamoca. Quanto mais não seja para ir mantendo um nível mínimo de produção, caso venha a ser necessário descansar a outra (que tem sido uma leiteira incansável :)). Além do mais, pode ser que volte a ficar um pouco maior (não é nada fácil escolher soutiens quando se tem uma mama de cada tamanho).

Espero que a tua esquerda já tenha sarado e esteja de volta ao activo em pleno!

Bjs,
Sara
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Sílvia



Registo: 24 Ago 2005
Mensagens: 97
Local/Origem: Odivelas

MensagemColocada: Seg Fev 16, 2009 7:23 pm    Assunto: Responder com Citação

Saraf! Saraf! Que bom ver-te por cá! No preciso dia em que deixaste cá esta resposta , tinha perguntado à nossa Sandra por ti! Ainda bem que te "revejo"!

Pois são esses mesmo! São mesmo esses os dentinhos que me deram que fazer - e não foi pouco!!! Mas a esquerda está já a 100%, sim! Plenamente reabilitada, mas não foi fácil... A direita, por seu lado, começou a produzir como nunca, embora longe dos níveis de desempenho da colega... :)))

Para já, posso dizer-te o seguinte: não te preocupes que o A. acabará por descobrir que fim dar aos dentes, sem deixar mal a mãe - pode levar umas duas semanas por cada novo dente. É, é verdade... O Carlos levou até um bocadinho mais do que isso para os dois incisivos centrais superiores (os tais terríveis!). Os restantes superiores já não lhes dão tanto trabalho e eles adaptam-se mais depressa.

Enquanto não sentires qualquer incómodo na mamada ou entre mamadas, tudo se resume a uma questão de paciência. No entanto, fica atenta para garantires que um mero vergão não passa a ferida aberta (mesmo que não aparente tal) - porta de entrada fácil para fungos e bactérias. O sinal de alarme mais óbvio é a comichão durante ou entre mamadas, acompanhada do que pode parecer um eczema, que pode ir bem além disso, com a apresentação de um exsudado amarelo dourado (líquido que a pele vai libertando, como se se tratasse de uma queimadura de segundo grau). Infelizmente foi o que me aconteceu... mas a recuperação total não é difícil. Estes casos requerem tratamento específico, de que estou a contar ir falando no tópico que abri sobre a candidíase mamária (assim que o tempo chegue...) Se, no entanto, alguma mãe precisar de ajuda mais rápida, é só apitar, que eu adianto de forma mais breve o que fazer - e GARANTO: fiquei absolutamente recuperada, o que é difícil de acreditar, eu sei, para quem vê uma mama numa lástima, vítima de candidíase e infecção bacteriana ao mesmo tempo...

Mas isto é só um alerta. Pelo que contas, a paciência chegar-te-á. ;)

Beijinho. Gostei de te "ver" por cá.

;)
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
saraf



Registo: 20 Mai 2007
Mensagens: 27

MensagemColocada: Ter Fev 17, 2009 5:28 pm    Assunto: Responder com Citação

Pois é. Já há algum tempo que não visitava este cantinho e resolvi vir espreitar os teus excelentes tópicos sobre amamentação. Quando li este achei um piadão há coincidência de circunstâncias :).

Já noto progressos em relação à situação dos incisivos. Parece-me que o A. já descobriu uma maneira de os "afastar" do caminho. Só mesmo quando já está meio a dormir ou com muita fomeca (ou miminho) é que às vezes se distrai. Tenho examinado sempre com atenção o mamilo após as mamadas e continua em bom estado.

Se não te importas, faço um pequeno parêntesis no tema do teu tópico para te perguntar como vai a alimentação do Carlos relativamente à comida sólida. Já come coisas aos pedacinhos? Como foi a introdução desta nova etapa? Pergunto-te isto porque o A. está muito reticente em começar a mastigar. Come ainda tudo passado e cada vez que lhe ofereço um bocadinho de arroz, uma lasquinha de peixe ou um bocadinho de massa, ou recusa terminantemente ou, se aceita, começa com vómitos e às vezes vomita mesmo. Eu tenho a impressão que ele tenta engolir inteiro e por isso atrapalha-se; e que o reflexo do vómito é a solução que ele arranja para se livrar do "corpo estranho".

Não tenho pressa nenhuma que ele atinja esta ou aquela etapa só porque vem nos livros, tenho é alguma pena (mas se calhar sou eu que sou tonta) que ele mostre tão pouco interesse pela nossa comida, quando lhe ponho à disposição coisas tão boas.

Bem, é tudo por agora. Manda um grande beijinho à Sandra por mim.

Bjs,
Sara
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada
Sílvia



Registo: 24 Ago 2005
Mensagens: 97
Local/Origem: Odivelas

MensagemColocada: Qui Fev 19, 2009 9:25 pm    Assunto: Responder com Citação

Olá, Sara!

Bem, começando pelo beijinho para a Sandra, fica descansada que já lhe chegou, antes mesmo de eu lho levar. ;)

Quanto à comidinha do teu rapaz, não te rales com issso, a sério, Sara! Vai muito a tempo de começar ba comer pedacinhos um dia destes, mas não te preocupes!

Olha, se ainda assim, gostavas de lhe começar a facilitar o gosto pelos "pedacinhos", continua a dar-lhe comida para brincar, para que a leve à boca, como certamente faz com outras coisas que encontra, mesmo que não a coma de facto. Podes ainda dar-lhe, por exemplo, a fruta, em vez de esmagada oun triturada, passada no ralador, começando pela fruta de polpa mais mole, como a pêra, banana, manga, etc... Sabes aqueles raladores que têm vários tamanhos de furinhos? Começa pelos mais miudinhos. Vais ver que a fruta ficará com aspecto de ínfimas tirinhas. Para teres uma ideia, o meu Carlos nunca comeu fruta passada ou esmagada. Sempre a comeu justamente às "micro-tirinhas", desde os 6 meses. Mas o Carlos não é bom exemplo, porque nunca lhe fez confusão nenhuma comer papel, cartão, linhas de crochet, rolhas de cortiça... Como vês, é melhor esqueceres o exemplo do meu filho... :D Ainda assim, ainda o alimento como certamente alimentas o teu A.: ao almoço e jantar come basicamente uma sopa que tem os vegetais; a carne, o peixe, a soja ou o ovo; e um hidrato de carbono mais pesado... tudo passado com a varinha mágica. Mas isto por estar eu um bocadinho acomodada, porque é como te digo: um miúdo que come cartão e rolhas, não me aperece que venha a ficar aflito com umas massinhas, baguinhos de arroz, ou polpinha de peixe ou carne... Até porque ele já come pedaços bem grandes de fruta naqueles tais iogurtes de soja de que te falei uma vez, lembras-te? Ainda ontem falei disto ao pediatra, que me disse não haver problema nenhum, que o moço tem muito tempo para se atirar ao cozido à portuguesa... Vivam as sopas das mães!:D

Beijinhos. ;)
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Amamentação Todos os tempos são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum


Powered by phpBB 2.0.21 © 2001, 2002 phpBB Group