Índice do Fórum BioNascimento BioNascimento
Fórum do Portal BioNascimento
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistarRegistar 
 PerfilPerfil   Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas   EntrarEntrar 

Organização Mundial de Saúde divulga novos Padrões de ...

 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Amamentação
Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
BioNascimento
Site Admin


Registo: 23 Fev 2005
Mensagens: 40

MensagemColocada: Sex Abr 28, 2006 10:22 am    Assunto: Organização Mundial de Saúde divulga novos Padrões de ... Responder com Citação

Organização Mundial de Saúde divulga novos Padrões de Crescimento Infantil

Os padrões confirmam que as crianças têm potencial para crescer o mesmo, em qualquer parte do mundo

O novo Padrão de Crescimento Infantil (PCI) da OMS, para a fase de Lactente até aos 5 anos de idade, divulgado hoje, proporciona pela primeira vez, dados científicos e orientadores sobre a forma como cada criança deverá crescer.

Independentemente da região em que se nasça, o novo PCI, confirma que, desde que sejam dadas iguais condições de início de vida, as crianças têm o mesmo potencial de crescimento a nível de altura e peso. Naturalmente que há diferenças entre as crianças, mas em diversas populações, regionais e globais, a média de crescimento é muito similar. Por exemplo, crianças da Índia, Noruega e Brasil mostraram padrões de crescimento similares quando lhes eram proporcionadas condições saudáveis na primeira infância. Os novos padrões provam que as diferenças de crescimento até aos cinco anos são mais influenciadas pela nutrição, práticas de alimentação, ambiente e cuidados de saúde do que com factores genéticos e étnicos.

(…)

Os novos padrões são o resultado de um estudo intensivo iniciado pela OMS em 1997 para desenvolver uma nova norma internacional para avaliar o crescimento físico, estado nutricional e desenvolvimento motor de todas as crianças desde o nascimento até aos cinco anos. A OMS e o seu principal parceiro, a Universidade das Nações Unidas, levaram a cabo o estudo de referência de crescimento multi-centro (MGRS, Mulicentre Growth Reference Study), um projecto com base na comunidade e que envolveu diversos países, bem como mais de oito mil crianças oriundas do Brasil, Gana, Índia, Noruega, Omã e Estados Unidos da América.

As crianças foram seleccionadas tendo em conta as condições adequadas ao óptimo crescimento: práticas de alimentação recomendadas, cuidados de saúde, mães não fumadoras e outros factores associados com bons resultados para a saúde.
(…)

[b]O novo padrão baseia-se assim, em crianças alimentadas com leite materno como norma essencial para o crescimento e desenvolvimento da criança. Isto assegura, pela primeira vez, a coerência entre os instrumentos utilizados para avaliar o crescimento, e as directrizes nacionais e internacionais sobre a alimentação infantil que recomenda a amamentação como a melhor fonte de nutrição durante a primeira infância. A partir de agora poder-se-á avaliar, valorizar e medir com precisão os resultados do aleitamento materno e da alimentação complementar.[/b]

“Os Padrões de Crescimento Infantil da OMS é a melhor ferramenta para providenciar os melhores cuidados de saúde e nutrição para todas as crianças do mundo” diz a Dr. Adenik Grange, Presidente da Associação Internacional de Pediatria. O Director Executivo desta mesma associação, Dr. Jane Scholler acrescenta “ incentivamos todos os nossos associados, espalhados pelo mundo a utilizarem estes padrões, em defesa das nossas crianças, e que interfiram junto dos governos, para que estas sejam as tabelas adoptadas nos seus países”.

(…)

O primeiro deste conjunto de gráficos, inclui indicadores como o comprimento/altura por idade e, peso por comprimento/altura. Pela primeira vez, é incorporado o Índice de Massa Corporal padrão para crianças até aos 5 anos, assim como “Janelas de Realização” para os seis marcos chave no desenvolvimento motor, como sentar, ficar de pé e andar.

“Os novos padrões são importantes para pais, profissionais de saúde e outros profissionais que avaliem o crescimento e desenvolvimento da criança a um nível individual ou populacional”, comenta o Dr. Cutberto Garza (Bóston College, USA), Director do Programa Alimentar e de Nutrição da Universidade das Nações Unidas e responsável pelo estudo MGRS.

Fonte: OMS
Tradução: BioNascimento
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
Ana Allen Lima



Registo: 24 Jul 2006
Mensagens: 19
Local/Origem: lisboa

MensagemColocada: Ter Ago 22, 2006 12:33 pm    Assunto: Dúvida sobre as novas tabelas da OMS Responder com Citação

Olá Sandra!
Quando li este artigo, fiquei muito curiosa e fui logo ver na net o site da OMS. Fiquei, no entanto, um pouco confusa. Sempre pensei que as novas tabelas, por serem baseadas em vários países e em bebés amamentados, tivessem padrões de crescimento inferiores às tabelas antigas. Isto, porque ouvi dizer que os bebés amamentados eram muitas vezes menos gorduchos do que os alimentados a fórmula.

Daí a minha dúvida, que não sei se me podes esclarecer: a minha Alice, por exemplo, está agora a fazer 2 meses e pesa cerca de 4.600, o que a situa no percentil 50 das tabelas antigas que constam do boletim dela. Mas segundo as novas tabelas da OMS, a Alice está no percentil 15.

Afinal, as crianças amamentadas são maiores ou menores (em média, claro!) do que as que bebem fórmula?

um bj,

Ana e Alice (2 meses!)
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
S. Oliveira-BioNascimento
Site Admin


Registo: 25 Mai 2005
Mensagens: 477

MensagemColocada: Dom Ago 27, 2006 11:15 am    Assunto: Re: Dúvida sobre as novas tabelas da OMS Responder com Citação

Olá Ana,

A resposta á tua pergunta é por norma são menores, mas claro que, e isto sim é que é importante que todos nós interiorizemos, as crianças não são tabelas, e devem funconar apenas como meros indicadores, há outros factores importantes, e para os quais não há tabelas. Há crianças amamentadas que contrariam este "por norma" e há várias assim aqui neste fórum.

Não sei que gráfico é que tiveste a ver, mas há um que para a idade da tua Alice se torna mais simples, porque é para bebés até aos 6 meses, e nos primeiros 3 meses, tem-se todas as semanas. Espreita este link, e vê a página 6 do ficheiro.
http://www.who.int/childgrowth/standards/chts_girls_p.pdf.

Mas tem presente que não devemos analisar o peso, por si só, há também o indicador de altura, e de IMC, que pela primeira vez foi introduzido.

Seja como for Ana, tenho que te confessar que esta é uma área que acho muito bem mesmo que as mães se informem, mas eu, profissionalmente prefiro não me meter muito nela, porque realmente tabelas não é do meu âmbito, e admito que como mãe, ainda não me debrucei sobre o assunto em pormenor.

Talvez não seja má ideia, imprimires as tabelas e trocares umas opiniões com o profissional de saúde que costuma analisar o peso da Alice. Sei que a DGS já produziu novos boletins, pelo menos foi o que uma Enfermeira que está na comissão de trabalho me comentou.

Já agora aproveito, e digo-te que gostei muito de vos conhecer, a Alice é uma bebé muito bonita, e aos meus olhos pareceu-me até uma bebé grandinha para os seus dois mesinhos.

Beijos
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Amamentação Todos os tempos são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum


Powered by phpBB 2.0.21 © 2001, 2002 phpBB Group