Índice do Fórum BioNascimento BioNascimento
Fórum do Portal BioNascimento
 
 FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   RegistarRegistar 
 PerfilPerfil   Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas   EntrarEntrar 

Cesariana duplica...

 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Dúvidas, desabafos, partilhas, etc
Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
BioNascimento
Site Admin


Registo: 23 Fev 2005
Mensagens: 40

MensagemColocada: Qua Set 13, 2006 11:01 pm    Assunto: Cesariana duplica... Responder com Citação

Cesariana duplica risco de morte para o bebé

A percentagem de cesarianas praticadas em Portugal é 5% mais elevada que no resto da Europa, sendo que no nosso país representa 30% da totalidade dos partos. Segundo a Ordem dos Médicos, "as crianças nascidas por cesariana electiva - feita antes do trabalho de parto começar - têm o dobro das probabilidades de morrerem no primeiro mês de vida", esclarece Luís Graça, do Colégio de Especialidade de Obstetrícia.

O alerta é feito numa altura em que um grupo de investigadores do Centro de Controlo de Prevenção de Doenças, nos Estados Unidos, publica um estudo com as mesmas conclusões, após analisarem 5,7 milhões de nascimentos, inclusive de mulheres que não corriam riscos e que, mesmo assim, optaram pela cesariana.

De acordo com os cientistas, o trabalho de parto natural ajuda a preparar o bebé para a vida fora do útero. Além de ajudar a expelir líquido dos pulmões do bebé, o processo também promove a libertação de hormonas que melhoram o funcionamento pulmonar.

"A cesariana electiva, ou seja, aquela que é feita sem ter começado o trabalho de parto, aumenta o risco de dificuldade respiratória no bebé em quatro a cinco vezes, podendo provocar a necessidade de ventilação", pormenoriza Luís Graça.

Para aquele médico, a cesariana é um método de extrema importância quando não há alternativa clínica.Porém, quando a mulher não apresenta qualquer risco, o parto natural deveria ser a opção. "Sim, campanhas de sensibilidade nesse sentido seriam de toda a pertinência", defende.

Esta não é, contudo, uma realidade muito discutida porque, explica o clínico, " a mortalidade nesta área é muito baixa". Luís Graça defende ainda que "a diminuição de cesarianas não pode ser um objectivo em si. O que tem que ser um objectivo é a diminuição de cesarianas inúteis, muitas vezes sem qualquer razão clínica".

Sobre este ponto, o estudo americano reitera que os bebés nascidos por cesariana electiva correm o risco de, mesmo anos mais tarde,terem problemas respiratórios. "O trabalho de parto é uma parte importante do nascimento porque deixa a criança pronta a respirar o ar e a desempenhar outras funções fora do útero", explica Marian MacDorman, uma das autoras da pesquisa.

"Quando se trata de cesarianas após o início do trabalho de parto, após as contrações, os riscos são iguais. A questão aqui são as cesarianas electivas, feitas antes do trabalho de parto começar, antes das contrações", explica Luís Graça.

A investigação americana incluiu apenas bebés nascidos vivos.Depois de agrupar os bebé, estudados segundo o estado de saúde e o estatuto social da mãe, os investigadores descobriram que os que nasceram por cesariana tinham o dobro de probabilidade de morrer no primeiro mês de vida. As gestações analisadas no estudo tiveram durações entre 37 e 41 semanas. "Não havendo razões clínicas que o determinem, não se justifica a cesariana", conclui Luís Graça.

in JN de 12/9/2006

------------------------------------------------------------------
O Jornal da Tarde da RTP1 também passou uma pequena notícia muito bem elaborada. Pode ser vista consultando a zona de videos da página da RTP1 - http://www.rtp.pt/index.php?headline=64&visual=15
a ter em conta que só estão disponíveis para visualizar os últimos 9 dias. Podem ir para praticamente o fim, porque foi uma das últimas noticias.
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email
S. Oliveira-BioNascimento
Site Admin


Registo: 25 Mai 2005
Mensagens: 477

MensagemColocada: Qua Set 13, 2006 11:32 pm    Assunto: Re: Cesariana duplica... Responder com Citação

Quando vi a nóticia na RTP1 fiquei bastante contente quando o Dr. Nuno Montenegro referiu e muito bem que a baixa taxa de mortalidade infantil anda a camuflar a questão das cesarianas electivas, apesar que vale a pena questionar se é a taxa ou a comunidade médica obstetra portuguesa...

Quando li a noticia e os comentários do Prof. Dr. Luis Graça fiquei a pensar e a Indução, como fica no meio de tudo isto? Ou será que a Indução para a comunidade obstetra também já é Parto Natural? É que curiosamente muitos dos obstetras comentadores e mais requisitados, são todos publicamente pró-parto natural e até se intitulam de "vaginalistas", mas depois por uma questão de agenda e de impossibilidade de conciliação com as consultas nos consultórios, só fazem partos induzidos...quando é sabido que a Indução aumenta os riscos para o bebé, e a probabilidade de Cesariana...mas pronto aí já é com Trabalho de Parto...induzido, mas é.

Para mim um Parto Natural é aquele em que acima de tudo é o Bebé a dizer que está pronto e desencadea o processo, e que depois termina por via vaginal, sem recurso a fármacos para acelerar ou eliminar a dor.

Como eu costumo dizer ás mamãs que acompanho, acho tão importante que respeitem os desejos e vontade da mãe (seja ela qual for), como a do bebé , por isso, tendo em conta o mais "fraco", se o bebé está bem (e vale a pena informarem-se de como é que isto se avalia), no mínimo deixem que o Trabalho de Parto se inicie.

São inúmeras as inseguranças que podem ser levantadas de forma a levar as mulheres a acharem que o melhor é a Indução ou a Cesariana...ou até mesmo a justificarem o injustificável...convém, as seguradoras assim o exigem...e a medicina defensiva também.

Não sei o que sente a maioria das mulheres, eu, admito que ando triste com algumas coisas que vejo e principalmente com as que oiço, a situação está bem pior do que alguma vez imaginei...com excepção dos media que parece que realmente está a acordar para o assunto. Desejo sinceramente que as mulheres não fiquem á espera de serem acordadas.

A vossa opinião é bem-vinda!
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
Sílvia



Registo: 24 Ago 2005
Mensagens: 97
Local/Origem: Odivelas

MensagemColocada: Dom Set 17, 2006 12:54 am    Assunto: Responder com Citação

Ai, Sandra! Como te entendo e dou razão!... Eu já acordei - infelizmente só depois da minha filha nascer... Não é que andasse propriamente a dormir, mas não estava tão desperta para estas questões como estou agora... é o que já disse: tenho tanta pena de ter dado com a BioNascimento tão tarde...

Mas nunca é tarde, não é verdade?

Um beijo.
Voltar acima
Ver o perfil de utilizadores Enviar Mensagem Privada Enviar email Visitar a página na web do utilizador MSN Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum BioNascimento -> Dúvidas, desabafos, partilhas, etc Todos os tempos são GMT + 1 Hora
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum


Powered by phpBB 2.0.21 © 2001, 2002 phpBB Group